Descrição do Curso

Este curso foi produzido em parceria com o CENPEC, e dedica-se a compreensão do processo de alfabetização. Foi pensado em seus pilares: infância, ensino, aprendizagem e sistema de escrita. São explorados os modos que a criança percorre para chegar a linguagem escrita. Defendendo as práticas alfabetizadoras intencionais, sistematizadas e seu comprometimento com o letramento, ou seja, que a alfabetização se dê em meio a práticas situadas e contextualizadas de leitura e de escrita.

Programa

Módulo 1 – INTRODUÇÃO

Este módulo é dedicado a ambientação do aluno no curso e apresentação dos conteúdos abordados em cada módulo. O mural virtual será exibido para que todos os cursistas possam se apresentar, podendo conhecer os demais participantes.

OBJETIVO: Familiarizar-se com o ambiente do curso, conhecer os conteúdos de seus módulos e apresentar-se em um mural virtual.

Módulo 2 – CONCEPÇÕES NA ALFABETIZAÇÃO: INFÂNCIA, ENSINO E APRENDIZAGEM

Veremos como nasceu o conceito de infância e como, desde então, filósofos e cientistas têm se empenhado para aprimorar teorias sobre aprendizagem e desenvolvimento humano. Estudaremos, também, as influências identificadas nas práticas pedagógicas nos tempos atuais.

OBJETIVO: Tratar das concepções de aprendizagem que permearam o ensino nas últimas décadas e influenciaram as práticas alfabetizadoras.

Módulo 3 – PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO: COMO A CRIANÇA SE APROPRIA DA ESCRITA

Como se dá o letramento? Nesta parte do curso iremos mais a fundo no processo da escrita feita pela criança. Veremos os principais métodos de alfabetização usados no Brasil para que possamos compreender a revolução causada pela psicogênese da língua escrita proposta por Emilia Ferreiro. Faremos uma análise do percurso da criança na tentativa de compreender a língua escrita, mostrando, então, que a alfabetização está contida em práticas significativas de leitura e escrita.

OBJETIVO: Compreender diferentes perspectivas que explicam o processo de apropriação do sistema de escrita pela criança.

Módulo 4 – AVANÇOS E RUPTURAS NA ALFABETIZAÇÃO: QUESTÃO DE DIDÁTICA

Vamos agora refletir sobre algumas atividades realizadas em classes de alfabetização, para que, assim, possamos entender em que concepção de criança, ensino e aprendizagem essas práticas estão baseadas. Em um primeiro plano vamos reconhecer as atividades que têm como principal objetivo o trabalho com práticas sociais e escrita, para, aí então, abordar aquelas que focalizam a aprendizagem do sistema de escrita alfabética – como escritas espontâneas, trabalhos com jogos e o alfabeto.

OBJETIVO: Tematizar diferentes práticas alfabetizadoras, a fim de reconhecer as concepções em que se baseiam e defender um ensino sistemático do sistema de escrita.

Docente

Cristiane Mori
Mestre em Linguística pelo Instituto de Estudos da Linguagem (IEL/Unicamp). Foi professora do Departamento de Linguística da PUC-SP (1992 a 2015) e da Graduação em Linguagens da Faculdade SESI-SP de Educação (2017). É professora do curso de Pedagogia do Instituto Singularidades desde 2013. Autora de cursos online na área de Alfabetização e Ensino de Língua Portuguesa para instituições de ensino privadas e redes públicas. Coordena cursos online de formação de professores pelo CENPEC e pelo Instituto Singularidades e tem atuado em projetos ligados à formação de professores no âmbito de escolas públicas e particulares. É consultora, formadora e elaboradora de materiais didáticos do Programa Escrevendo o Futuro/Olimpíada de Língua Portuguesa, uma iniciativa do MEC (Ministério da Educação), Fundação Itaú Social e CENPEC, desde 2012. Foi parecerista do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) entre 1996 e 2006 e atua na elaboração e análise de materiais didáticos (impressos e online) em diversas editoras (FTD, SM, Leya, Melhoramentos, dentre outras).

Maria Alice Junqueira de Almeida
Psicóloga com especialização em alfabetização pelo Instituto Vera Cruz (SP). Presta assessoria, e desenvolve projetos educacionais e de formação de professores em redes públicas de ensino no CENPEC (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária). Foi professora do Instituto Vera Cruz nas disciplinas: Didáticas da Língua I e II e Currículo Escolar até 2016.

Sonia Madi
Mestre em Didática pela Faculdade de Educação da Universidade São Paulo. Fundadora e professora do curso de Psicopedagogia do Instituto Sedes Sapientiae na área de Alfabetização. Presta assessoria e desenvolve projetos educacionais e de formação de professores em redes públicas de ensino. Idealizadora e coordenadora da Olimpíada de Língua Portuguesa/Programa Escrevendo o Futuro (2002 a 2015) e da Plataforma Alfaletrar (2016 e 2017). Autora do livro de alfabetização Cantalelê, adotado pelo Governo do Estado de Minas Gerais para todas as escolas públicas.

Carga Horária

Carga horária: 30h.

Investimento

R$ 350,00 em até 18 meses (com juros).

R$350,00

Adicionar aos Favoritos
Adicionar aos Favoritos

Degustação

Todos os Cursos